terça-feira, 6 de outubro de 2009


“Há coisas que não mudam; se tudo mudasse, onde estaria o sentido das coisas?”
Afonso Costa



[Foto: Cuba, Abril de 2009]

Lá vai, lá vai o cacilheiro, olhos castanhos, brilhante cisterna escura que se alpendra na desventura dos seus sentidos. Leva marujos, soldados e trabalhadores, gente da terra, e parte dum cais que cheira a flores e jornais, peixe e frutos. E ao soltarem-se as cordas que o prendiam ao cais, soube que o desenho do adeus é fogo que o queima lentamente na esperança de encontrar novo cais, entre mares verdes que navega, entre lento cerrar de olhos seus, entre batimentos, o forte latejar do seu coração ao sabor do seu amor, que é a sua adoração. Parte do arraial do amor, para sempre lá voltar, por mares verdes, ao cais onde conheceu os olhos que ainda têm guardado e fechado com 'aquela' chave, o seu coração.

Afonso Costa
(Fechasses tu os olhos e ouvisses o meu coração a falar...)

16 comentários:

Leto of the Crows disse...

Um texto magnífico, cheio de doces palavras e sensações que navegam a céu aberto. Adorei!

Beijinhos!

M. disse...

Eu entro aqui e descubro um Mundo Novo. ')

Brid disse...

Que foto perfeita ^^ E que texto tão doce :)

Mara disse...

E bastava isso para que soubessem, realmente, o que nos vai cá dentro e que, por muitas palavras e actos, nunca o conseguimos verdadeiramente mostrar.

filipa disse...

adorei afonso :)

Por entre o luar disse...

Foto, testo, magnifico:D

BeijinhoOooss

al disse...

que foto linda :')

ando um bocado desligada dos blogues. desculpa não andar a comentar..

beijinho afonso *

The girl whose name cannot be spoken disse...

Adorei o texto! muito bom mesmo... =)

Madu disse...

Afonso, se não senti tudo o que me contas-te aqui, foi por pura falta de experiência.

[ rod ] ® disse...

é na foto do todo que se encaixa suas singelas palavras... perfeito meu caro... abs.

Carolina disse...

Tão perfeito *-*

Purple disse...

(Fechasses tu os olhos e ouvisses o meu coração a falar...)


Adorei :D

Foto linda e texto mesmo Bem escolhido.

Beijinho

mary ♥ disse...

que aproveite a viagem e o matar das saudades no regresso.
adorei este texto. trouxe-me qualquer coisa de deja vu, flashback da minha vida.

eduarda disse...

transmitis-me uma paz enorme com esta fotografia afonso :) *

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Lindo :)

Spiritual disse...

Hummm... que maneira fantástica de olhar um cacilheiro... cá para mim seria mais uma coisa de xaqualhar, xaqualhar, xaqualhar, mas a malta até se diverte e tal... ;)

Compararás tu aí o mar de Cuba ao nosso Tejo?? Humm... e porque não?? :)