sábado, 2 de julho de 2011


"O essencial é invisível aos olhos"
Antoine de Saint-Exupéry


Eu não acredito no que vejo.
Sou cego, por isso.
Acredito sim no que não vejo:
Acredito no Amor,
Acredito num Deus, que é meu e não de todos,
Acredito na sinceridade,
Acredito em gestos puros,
Assim como acredito no vento e não o vejo,
Ou no calor dos corpos enquanto se faz amor,
E não o vejo...
Detenho a consciência de uma ingenuidade dos sentidos,
Dos seus limites e de que os olhos não vêm
O que se sente com o toque,
E o toque não sente
O que se vê com os olhos.
Por isto e porque sim,
Porque não há outra razão senão aquilo que é,
Eu acredito,
Não no que vejo,
Mas no que não vejo.
Não em tudo,
Mas naquilo que sinto com a alma...
Obviamente.

Afonso Costa

15 comentários:

Paula disse...

Gostei. Subscrevo inteiramente.

'Eu acredito,
Não no que vejo,
Mas no que não vejo.
Não em tudo,
Mas naquilo que sinto com a alma...'

(:

Paula disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lipincot Surley disse...

acreditar no que não se vê até parece fácil.

Afonso Costa disse...

De facto, é.

Maria Filipa disse...

"Acredito na sinceridade,
Acredito em gestos puros,
Assim como acredito no vento e não o vejo,
Ou no calor dos corpos enquanto se faz amor," está algo de fantástico, de verdade Afonso *

joanarocha disse...

muito obrigada *-*
adoro o blog!

Isabel disse...

Gostei muito do que li!

joana disse...

e eu cá,adorei ler o teu "testamento". confortou-me,sem dúvida. E não me vou esquecer dessa verdade,porque em parte sei que é assim (por ouvir a sabedoria dos mais velhos),mas tenho tendência a esquecer-me e a pensar que vou ser sempre uma acelerada emocionalmente e que a vida é uma correria,quase que nem dá para sentir o verdadeiro prazer. Por isso,obrigada por me relembrares esse detalhe.

Maria Filipa disse...

quem resiste a essa fascínio Afonso? beijinho *

Paula disse...

Completamente de acordo. É uma das coisas que não se procura, encontra!

Rosi Alves... disse...

QUE TUDO!!! AMEI DEMAIS.

maria beatriz disse...

adorei tanto. o teu jeito de escrever é inconfundível!

Daniela. disse...

Vir aqui e ler as tuas palavras é como conhecer-te, sabes? És transparente e fiel às palavras; gosto disso.

Drii disse...

Gostei muito do blog!=)

Lou•E" disse...

Adorei :)
Passo a seguir :$