terça-feira, 7 de abril de 2009

Ser (um ser) humano

"Quem pensa ver algo sem falhas, pensa naquilo que nunca existiu, que não existe, e que nunca existirá."
Alexander Pope
Foto: Ribeira, Porto.

- Olá.
- Tudo bem?
- Tudo e contigo?
- Sempre!

~~

Tudo não passa de uma fachada. Todos somos seres humanos, uns mais fracos que outros, uns mais fortes que outros. Porém, todos somos... seres humanos! A perfeição não existe, e como tal, tudo não passa de uma fachada: a eterna busca pela perfeição, e por fazer chegar aos outros a ideia de que ela existe (em nós). Mas lá no fundo, se muitas vezes entrássemos pelas janelinhas (falhas) do ser humano, encontraríamos muitas divisões desorganizadas, muitas falhas interiores, medos, complexos, experiências recalcadas, inseguranças (por mais segura que seja a pessoa), egoísmo (disfarçado), falsa simpatia, e tanto mais. Podemos sim, encontrar um meio de corrigir estas falhas (sendo impossível chegarmos mesmo assim à perfeição). Porém, e citando Confúcio, não corrigir as próprias falhas é cometer a pior delas.
Nós não somos perfeitos, temos falhas, e é (também) por isso que não somos mais que ninguém. Por isso, não acredito nas pessoas que dizem "Estou sempre bem". Não pode ser verdade. Porquê fingir?

(eu também finjo e não sei porquê)

17 comentários:

AnaLuísa disse...

tens toda a razão, por isso não risques o que está entre parênteses -.-

eu cá se fosse perfeita era Deus. não sou, fico-me pela AnaLuísa ^^

a frase do topo é que diz tudo :)

Afonso *

Davi(d) disse...

Para mim, isto é uma das coisas que nunca irá mudar. Vamos sempre continuar a fingir. (:
O ser humano é mesmo complicado.

Inês disse...

Concordo tanto!
Escrevi há uns tempos um texto sobre essa mesma infrutífera procura pela perfeição, e algumas das ideias eram (para variar xD) parecidas com as tuas.

Mas sobretudo concordo que, do mesmo modo que ninguém está sempre mal, também ninguém consegue estar sempre bem, o mundo e aqueles que nele vivem dão voltas e voltas e as coisas, num ponto qualquer, têm de ruir. Infelizmente, talvez.

Beijo :)

diana disse...

Talvez porque a verdade dói mais do que a mentira. É pena ser assim, mas é uma realidade humana.

Joana Éme. disse...

Triste ser tão novo e já achar que a vida não presta".

Fingimos porque mais vale uma mentira verdadeira que uma verdade mentirosa.

Aubergine. disse...

Todos fingimos, e a maioria tambem nao deve saber porque finge, finge e pronto, fica bem, da menos trabalho do que parar para explicar as razoes porque nao se esta bem.

Finge-se...

Somos humanos

Um beijinho Afonso *

Maria Francisca disse...

Fingimos porque percebemos que afinal os nossos sentimentos não contam para os outros.
Talvez... Por muito que expliques porque é que não estás bem (quando isso acontece) algumas pessoas nao vão compreender, porque está fora do seu alcance, porque não querem simplesmente saber, ou porque... talvez também estejam mal.
E fingir é como nos enganarmos, se convencer-mos as pessoas que estamos bem e que a nossa vida é completamente equilibrada podemos acabamos por acreditar nessa mentira.
Para além de ser uma maneira de mentir às outras pessoas, é uma maneira de fugir, e de achar-mos que na realidade estamos bem.
Eu, eu muitas vezes não estou bem.
E sinceramente, não consigo mentir.
Chamem-me 'captain obvious', mas sou sempre 'apanhada'...
Não sei se é bom, ou se é mau. Mas tento mentir, e tapar a tristeza. Com um sorriso morto, um sorriso falso.
Talvez fingir seja mais do que mentir, talvez fingir seja uma maneira de apoio, um apoio próprio.
É como a perfeição, a busca da perfeição é incansavél. Não vale a pena.
E a perfeição, a perfeição é o quê?
O que se vê nas televisões, na internet, nas revistas, nos livros, nos filmes, nos posters de rua, nos sonhos?!
O que é?! É o que o mundo plástico decidiu?! O que o mundo de plástico enquadrou?!
Não, não procuremos a perfeição.
Procuremos o amor-próprio.
Gostei do texto. :)
Beijinho *

Joli disse...

Nem mais. O ser humano é deveras... imperfeito.

Por entre o luar disse...

Também nunca percebi essa resposta... nunca estamos totalmente bem.. somo seres humanos inconstantes! E imperfeitos sem dúvida*

beijinhos*

Catarina disse...

Sempre detestei essa resposta do 'Sempre!' é tão artificial, tão plástica como o próprio ser humano.
Acho que somos assim desde sempre e cada vez menos acredito na mudança, infelizmente.
Beijinhos Afonso *

Joana David disse...

(eu também finjo e não sei porquê)

Eu finjo, porque tenho esperança que cada mentira que afirmo se torne um pouco mais verdade de cada vez que a repito.
Mas tenho medo que a fachada caia e me revele as divisões demasiado desorganizadas.


Beijinho, *

baby piggy disse...

«A vida é um palco e todos somos personagens»
Alguns protagonistas e uns figurantes, fingir ou encenar vai fazer sempre parte.

Fon fon <3

Alexandra disse...

Mesmo que o ser humano seja imperfeito, mesmo que não queira a perfeição, vai sempre fingir que a tem, para (fingir) ser superior. -.-'

(hoje estive no Porto, ahah :p)

Afonsoo *

Marta disse...

Fingimos para não nos confrontarmos com as nossas próprias falhas. Para esquecermos que nada é perfeito.
Fingimos para que tudo possa ser como queriamos que fosse.

Porcelain Doll disse...

Gosto da busca pela perfeição... mas gosto mesmo, com honestidade, de verdade e é por isso que não gosto das máscaras e da tentativa em que tantos de nós, por pura insegurança, caem, de tentar convencer os demais da sua própria perfeição, para ocultar as suas (supostas) feiuras e misérias... assim tivéssemos um espírito suficientemente belo para ser capaz de ver a beleza no que pode aparentemente parecer feio, e não teríamos tanto medo de nos MOSTRAR, tal como somos!! Só assim poderemos de facto procurar a perfeição... compreendendo que, mesmo com as nossas falhas, e talvez mesmo, por causa delas, já somos perfeitos...

Não gosto de fachadas... tenho-lhes verdadeira alergia... nos sítios onde há muitas fachadas, sinto-me morrer a cada dia...

Margarida disse...

todos temos podres, tentamos corrigi-los, criticamos os podres dos outros, procuramos a perfeiçao, fingimos. e pronto, sempre podes sorrir : )

gosto muiiito dos teus textoos, só para que saibas xD

R' disse...

Muito obrigada pelo teu comentário, e pela "força" :')
Solid as a rock, we all should be x)

A perfeição é um conceito muito relativo, mas na minha opiniao, o ser humano é imperfeito, bastante, daí as imensas falhas. Mas também, não sei se teria piada se fossemos todos perfeitos :)
Fingir..que necessidade, só para nao dar a parte fraca :s