domingo, 5 de abril de 2009

Grão de areia

"Nunca deixo de ter em mente que o simples fato de existir já é divertido."
Katherine Hepburn


Imagem: Olhares

Pensa que és um grão de areia, que o vento leva para qualquer lugar. Não tens destino certo, não tens para onde ir, vives apenas segundo a tua própria vontade. És apenas um grão de areia, lembra-te. Passes por onde passares, por situação que seja, nada te afecta. Um grão que o vento desgastou ao máximo, e que mais nada poderá fazer contra ti. Um quase nada que voa em liberdade, na direcção que quiser, quando quiser, com quem quiser, em busca da sua concretização em pleno. És tão pequeno, tão insignificante, tão impotente neste mundo... porém existes. E no fundo, é mesmo só isso que interessa.

Be happy.

18 comentários:

baby piggy disse...

E isto fez-me lembrar esta frase «Tudo me interessa, nada me prende» .
Somos todos pequeninos, portanto, viva-se!

(estalo + queração)

Joana Éme. disse...

És tão pequeno, tão insignificante, tão impotente neste mundo... porém existes.

e o facto de existir é, por si só, divertido, não é? ;p

Gostei, outra vez, Afonso.

diana disse...

E que somos todos nós senão grãos de areia soltos pelo mundo em busca de um destino incerto?

Catarina disse...

ser simples torna tudo muito mais bonito 'Um quase nada que voa em liberdade, na direcção que quiser, quando quiser, com quem quiser, em busca da sua concretização em pleno.'.
se tudo fosse assim tão simples seria mil vezes melhor :')
beijinhoos*

Alexandra disse...

Só pelo facto de poder voar em liberdade já não me importava de ser assim tão insignificante aos olhos do mundo :)

Adorei Afonso *

Catarina disse...

é verdade estamos sempre a complicar e dar importância em demasia a pormenores.
beijinho Afonso*

Maria Francisca disse...

Fenomenal. :)
Adoro a Katherine Hepburn. (Na realidade tenho uma panca 'ginorme' por todos os icones do cinema; sei tudo... É o meu viciosinho. :b)
Está lindo Afonso. :)
Beijinho *

P. disse...

É verdade , só por existirmos deviamos dar mais valor a certas coisas , e por vezes , nao ligar tanto aos promenores.

Joli disse...

LINDO LINDO LINDO! :D

Acertaste na minha filosofia de vida *.*

Bianca Nogueira disse...

Estou a recuperar o amor por mim.

Opá, os teus textos são SEMPRE tão fantásticos!

AnaLuísa disse...

gostei do começo, mas não gostei do fim.

Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas limita-se a existir. Oscar Wilde


(ai a nossa conversa (A))

um beijinho Afonso :P *

Aubergine. disse...

Era tudo muito mais facil se nos limitassemos a existir e a aporveitar a nossa existencia, deram-nos a inteligencia, usamo-la, acabamos por complicar o que e facil...

Bom texto Afonso, grandes fotos :)

Beijinho*

A girl disse...

Simples, puro e tão verdadeiro.
Ninguém diria melhor :)

Beijinh*

ลndreia disse...

Um grão desgastado pelo vento revelando quem somos realmente! *

Zita disse...

No fundo, não é o que somos todos?

*

Sugarcube ♥ disse...

Afonso, fascinante é pouco. Tenho que dar uma vista de olhos nos posts mais antigos que não vi :$

Afonso, beijinho *

R' disse...

Intenso? Obrigada :)

Somos todos meros grãos de areia à mercê de um vento ainda mais poderoso! * Gostei**

coloredleaves» disse...

Meu deus, em poucas palavras disses-te tudo. Ameii*.*
Beijinhos'