quinta-feira, 26 de março de 2009

Rio de Ouro

De todas as pessoas da minha vida, és tu que mais prazer me dá que exista


Foto: Rio Douro, Porto
Música: Justin Nozuka, After Tonight

De sol e água me dispo,
Entre o presente e o ausente,
Entre as certezas e as dúvidas,
Entre o conformismo e a aventura,
Brisa que passa e se sente.

Força da natureza, pura e excelsia, incolor
Que rio és que corres sem parar,
Que entre margens sentes o feitiço e o desafiar
De (re)inventar o nosso amor?

És Rio de Ouro, água que corre, amada,
Ao sol poente, que me faz embriagar,
Deitado nas margens de ti, amar
Em teus lábios até de madrugada.

E entre recordações, meros vipes sentimentais,
Sem pudor às tuas margens voltei a recitar,
Palavras, textos e coisas banais:
Ó Rio, eu não sei viver sem te amar.

15 comentários:

baby piggy disse...

Tssssssssh, tttttttttttsh, tsc tsc tsc!

Alexandra disse...

Arrepiei-me, Afonso :'O Brilhantee !

Beijinhoo *

diana disse...

Quase se sente a brisa do Rio de Ouro a passar por nós ao ler este poema.

AnaLuísa disse...

Gostei da foto, gostei da música e gostei do poema !

lindo Afonso :) *

Joli disse...

Tão bonito ^^ Adoro o rio Douro :D Especialmente à noite, tem um encanto especial ^^

És donde, se posso perguntar?

**

disse...

Não sei por onde começar. Se por dizer que a fotografia está mesmo bonita, se por dizer que adoro a música ou que o poema está fantástico *.*
beijinhos :')

ลndreia disse...

Porto e Gaia... que cidades banhadas por essas ondas douradas...

Aubergine. disse...

Tocante, tanto sentimento !

Beijinho.

P. disse...

"De todas as pessoas da minha vida, és tu que mais prazer me dá que exista"

Que bonito.

Aubergine. disse...

De nada, é a verdade ;)

Beijinho.

Maria Francisca disse...

Sim, realmente se não houvesse coisas boas acho que acabava por enlouquecer.
Beijinho*

Adorei o post. :)

'stracciatella disse...

Se a fotografia já é fantástica, só por si, então complementada com o texto nem sei definir!

[Gostaste?! Ahah xD]

Alexandra disse...

É verdade, por muito deprimente que seja -.-' os únicos que se safam são futuros criminólogos que gostam de trabalhar com mortos :p

Beijinho *

'stracciatella disse...

Ah! xD Sendo assim, muito obrigada! :D
Sim, árvores de Natal são o que não falta!

jessica disse...

Ambos a fotografia e o poema estao deslumbrantes . "arrepia"
desculpa invasao xD