quarta-feira, 20 de outubro de 2010


"O amor é uma fonte inesgotável de reflexão, profunda como a eternidade, alta como o céu, vasta como o universo."
Alfred de Vigny

Fossem os rostos metades da mesma lua,
Fosse minha metade, meia corpulência que é Tua,
Fosse o Teu amor o nome da minha rua
E o par de dois o número da minha porta.

Fossem estes, prenúncios do futuro,
Verdadeiras matrizes da profecia,
Melodias do encanto e da poesia
Como ter em mim o esplendor,
O sonho e a quimérica proficiência
De reinventar Contigo o verdadeiro amor...

Fosse tudo isto na sua essência,
Espasmos da verdade desejada,
Confirmação de uma realidade alcançada,
Factos como corpos desnudados
E ausência de efémeras palavras,
Tão somente o destino prenunciado,
Na convicção de ter-Te p'ra sempre
E eu saberia por certo amar-Te.

    Afonso Costa, excerto de 'Ode ao amor'

20 comentários:

Ana Dória disse...

Um excerto magnífico, confesso que fiquei curiosa em ler o todo.

Adoro a limpeza dos versos, a fluência. Palavras pensadas, mas antes sentidas.

Parabéns pelo belíssimo trabalho (refiro-me aos restantes posts)


*A.D

Margarida' disse...

Um encaixe perfeito, ler o que escreves é sentir os sentimentos que fluem pelos teus versos na própria pele.
Gostei muito *

Paula disse...

mais que qualquer poema ou texto a que se diz 'gostei'; 'está lindo'...uma autêntica obra poética daquelas que lemos e ficamos a olhar não por não ter palavras mas por achar que seriam todas demasiado parvas. Porque há muitos amadores mas poucos com alguma poesia e arte dentro deles.

+.+

FLÁVIOMATA disse...

O preconceito no nosso país é geral, as pessoas gostam muito de apontar o dedo. Mas acredito que com a renovação de gerações o preconceito vá desaparecendo. Mas Portugal ainda tem muito caminho pela frente.

Eu concordo totalmente com a frase!
Obrigado pelos comentários (:

Moonlight disse...

Afonso,

Sempre que te leio encanto-me com a suavidade e beleza das tuas palavras.
O poema é lindo de uma existencia unica.
O Amor é tão vasto...tão imenso...tão grandioso...

Bj com luar

Catarina disse...

Adorei, o amor é tão grandioso e essencial, pois com o amor as palavras fluem sem qualquer empurao. O amor é aquele sentimento que nos dá asas para voar e sonhar mais além e com ele traz aquela tranquilidade e serenidade marvilhosa que nos faz querer tudo e acreditar que tudo é possivel.

Beijinho *

maria eduarda disse...

obrigada. sabes que há vezes em que nem palavras nos dão, nem podemos sofrer tudo de uma vez, como se nos quisessem torturar, e quisessem que implorassemos por uma explicação. quando isso acontece, tu sentes-te tão mal que deixas de ser tu por momentos, e começas a ser uma outra pessoa, alguém que não sabe que rumo seguir, e nem sempre se torna a melhor pessoa. espero que isso não aconteça comigo, nem contigo, nem com ninguem, mas acredita que eu mudei com tudo isto.
em relação ás tuas palavras, eu adoro tudo o que escreves, e sempre que posso venho cá, se nem sempre comento é porque não tenho tempo, mas acredita que gosto muito. continua. um abraço. e boa sorte com a tua vida :)

Maria Francisca disse...

oh, obrigada afonso! eu tenho escrito no papel (o que é muuuito estranho para mim), tenho que ver se passo para o blog. mas também não ando satisfeita com o que escrevo, só não apaguei o último post porque é para a minha melhor amiga.

gostei muito deste poema!
beijinhos.

filipa disse...

Mas ás vezes cansa esperar demasiado por essa fase boa.
Gostei do poema *

Poppins disse...

Foste tu que escreveste? Está muito bom. *

- joanarocha disse...

obrigada afonso !

Catarina Bessa disse...

Oh Muito obrigado Afonso :)

Carolina Duarte disse...

«Fossem os rostos metades da mesma lua,
Fosse minha metade, meia corpulência que é Tua,
Fosse o Teu amor o nome da minha rua
E o par de dois o número da minha porta.»

adorei.

m.sunshine disse...

o grande jack johnson. e esta música que tens aqui também é divinal. tenho que passar aqui mais vezes, as tuas palavras são quase tão agradáveis de ouvir como o vento, ou as ondas do mar. (:

RicardoRodriguez disse...

Muito obrigado :D
Esse elogio ainda é maior vindo de uma pessoa que escreve tão bem! Adorei!

alexandrapinto disse...

Que blog lindo o:
Parabéns!

Amêndoa disse...

lindo lindo lindo!

eu também adoro e ainda estou a começar (:
beijinho

Davie disse...

Porque é que não publicas o resto? Ou está guardado para um possível livro? :b

E o teu comentário fez-me pensar, Afonso. Um abraço para ti.

ana moura disse...

o teu blog é lindo, só tenho isto a dizer-te!
sigo-te com todo o prazer, Afonso *

Alguém... disse...

Esse número dois que todos ansiamos fazer parte.
Lindas palavras, parabéns.
BeijinhoS*