sexta-feira, 18 de setembro de 2009



Holly - Sabe aqueles dias em que nos dá a depressão branca?
Paul - Depressão branca? Não quer dizer negra?
Holly - Não. A depressão negra é quando se é gordo, ou está a chover. A depressão branca é horrível. De repente fica-se com medo, sem se saber de quê.


[Imagem: Google; Audrey Hepburn, como Holly, em "Breakfast at Tiffany's"]
[Texto: diálogos do filme "Breakfast at Tiffany's"]

18 comentários:

eduarda disse...

...quando isso acontece é horrivel. Maldita depressão branca!

Uma bela escolha de fotografia e video, gosto muito :) *

Leto of the Crows disse...

Um ponto de vista interessante ^^

Marianita disse...

Quando acontece não é la muito agradavél :S
beijinho Afonso

Marianita disse...

p.s Gosto imenso do video. =)

Marilena' disse...

obrigado :$$

Catarina disse...

"Fica-se com medo, sem se saber de quê."

Chiquitita disse...

Oh depressão branca!

U disse...

um dia lembro-me de dizer que tinha medo e me perguntares porquê e eu dizer não sei.

depressão branca pode ser a resposta?

Martina Sb' disse...

também não gosto dessa depressão :x
nem das ideias a preto e branco, acho essas as piores ..

beijinhos na testa (:

Pedro disse...

Muito obrigado mesmo. Nunca pensei vir a ter rapazes como seguidores e a gostar daquilo que escrevo. Faz-me sentir mais que bem, alegre do meu ser. Muito obrigado mesmo. Dás-me força acredita. :)

Um abraço! ;)

Ana Monteiro disse...

Audrey Hepburn, um ídolo.

Zita disse...

Nothing like a good old movie*

=')

Maria Francisca disse...

Afonso, tenho vindo a perceber que partilhas o mesmo gosto (louco) por filmes antigos e por icones do cinema. (Diz que sim, diz que sim, diz que sim.)

Miks disse...

Estou cheio de saudades tuas pah!!!

Sabes disso? NAO? Se nao sabes devias saber xD

:D

Brid disse...

Novo blog :)

http://bridswood.blogspot.com/

(Joli)

**

Sandra ' disse...

Essa é a pior das depressões. O medo quando é justificado permite que caminhemos, ainda que vagarosamente, mas andamos para frente. Agora, quando indagamos o próprio medo sobre o porquê do seu temor, e nem ele nos sabe responder, somos condenados pelo desconhecido a permanecer no lugar, estáticos, com medo de sabe-se lá o quê.

Cá para mim, sentimo-nos assim quando o medo tem medo dele mesmo, e não sabe o que fazer.

Um beijo e obrigada pela visita ^^

Brid disse...

"De repente fica-se com medo, sem se saber de quê."

Acho que estou com uma depressão branca, bolas...

Madu disse...

é exactamente o que me atormenta. o medo de qualquer coisa, que não sei o quê. a procura de algo que não conheço.

basicamente,de tempos a tempos, sofro de uma parvoíce de "depressão branca".