sexta-feira, 25 de setembro de 2009


[Foto: Cabo Verde, 2009]

O passado sempre exerceu fascínio sobre mim: é a minha base, o meu orgulho e a minha sustentação. Ainda assim, não vivo dele.

22 comentários:

Paladar disse...

Fazes muito bem Afonso. Viver em função do passado não é bom para ninguém.

Beijinho

Paladar disse...

vou seguir o teu blog, estou sempre a perde-lo de vista. :)

Beatriz Cró disse...

Acho que me percebeste muito bem.

U disse...

quem vive do passado é museu.
acho que nem todos gostam disso.
verde verde

Marianita disse...

Concordo, não devemso viver em função do passado, embora as vezes custe.
beijinho Afonso

AF disse...

Obrigada.
Gosto muito do teu blog*

mary ♥ disse...

obrigada pelo comentário.

a foto está muito bonita. o passado ensina-nos, maravilha-nos e por vezes até nos atormenta e tendemos sempre a procura-lo no presente, mas de facto é impossivel viver dele. o presente é que está aqui, agora, e o futuro ao esticar de uma mão.

filipa disse...

o passado é algo de fascinante. mas não é bom viver em função dele.
bem giro afonso :)

Alexandra disse...

Futuro sempre, Afonsoo :D *

Chiquitita disse...

'O passado é uma parte do tempo e refere-se a todo e qualquer acontecimento em período de tempo anterior ao presente, sendo objeto da história, que identifica e classifica os eventos verificados.'

Mariana Henriques disse...

Um obrigado sentido Afonso! Diria que nada melhor que um gesto articulado, essas tais palavras doces repletas de brincadeira para nos expressarmos! E que o passado continue a exercer fascínio sobre ti e acima de tudo que este Presente te permita construir o teu futuro. =)

Madu disse...

eu estou sempre a recorrer ao passado. às vezes as memórias são tão palpáveis que quase podia vivê-las:)
e sei que nem sempre é bom fazê-lo, mas é daquelas coisas que não consigo mesmo controlar.
julgo ser o receio de que o tempo passe demasiado depressa.

Marta Rosa disse...

Que frase *.*

Ana Monteiro disse...

Se me reconheço em ti (como penso reconhecer), não vives dele, mas ocasionalmente vives por ele.*

Alexandra disse...

Até és capaz de ter razão, mas eu vivo sempre pelo futuro, pelo que vai acontecer. Ainda estou para descobrir se isso é bom ou mau... :x *

ashley. disse...

Era óptimo que todas as pessoas pensassem assim. Mas nem todas as pessoas têm essa capacidade.
Obrigado!

O passado é que fomos, o que nos tornamos. O quanto crescemos. O passado fez de nós o que somos hoje. Gostei.
Parabéns!

ashley. disse...

Era óptimo que todas as pessoas pensassem assim. Mas nem todas as pessoas têm essa capacidade.
Obrigado!

O passado é que fomos, o que nos tornamos. O quanto crescemos. O passado fez de nós o que somos hoje. Gostei.
Parabéns!

mary ♥ disse...

Obrigada ;p

chama-se you're so vain - carly simon

Zita disse...

Somos um passado por contar e um futuro por viver.

(Um aplauso às mulheres com garra.)
*

Brid disse...

Viver do passado não é bom, pelo menos na minha perspectiva. Porém, e tal como referes, este serve-nos de base. É aquilo que nos faz levantar quando caímos, são as nossas experiências acumuladas, os nossos momentos de tristeza misturados com outros de felicidade pura. E isso é, no fundo, a nossa vivência, que deve ser preservada, recordada, mantida dentro no nosso coração. Mas não revivida. Mesmo momentos muito semelhantes não são nunca os mesmos, não são iguais, cada momento tem o seu gosto particular, o seu toque de único.

Beijinho*

Aline disse...

Essa frase até parece minha :)* Parabéns pelo excelente blog

Alexandraa disse...

Pergunto-te(me) como é que se deixa de viver do passado?


(Não cheguei a dizer, mas o teu texto de cima, tocou mesmo.)

beijinho*