terça-feira, 12 de maio de 2009



Porquê? Mas Porquê?

E porque é que quase nunca se obtém resposta a esta pergunta?

O coração é um bicho e não ouve,
Nem a ti, nem a ninguém. Vozes que vêm e vão, em vão...
Porque é que vagueio pelas ruas da felicidade,
E por vezes me cruzo, sem querer com uma rua mais escura?
Porque é que a rua se chama sempre Rua das lágrimas?
E porque é que sempre que passo lá me lembro de ti?
Há quantas horas todos dormem, e eu aqui sozinho,
Pensando em ti, como se fosses a única pessoa à face desta terra,
E eu alguém que sem ti não é ninguém.
Prometeste escrever o caderno das nossas vidas em conjunto,
Mas acabaste por escrever apenas as tuas folhas,
Deixando para mim folhas em branco nas quais escrevi
Gritos de saudade, mágoa, desespero porque te foste.
Porque te foste?
Porque não me amas mais?
Porque é que tudo acabou? Como?
Se a história que escrevemos juntos é tão recente...
Oiço o vento lá fora, assobia.
Os carros passam e as ruas estão vazias, tal e qual o meu coração.
Encheste-o daquela coisa tão essencial e roubaste-a, fugindo com ela.
Pergunto-me se algum dia ouvirei de novo a tua voz dizer
"Amo-te"?
Penso e penso... Mas nada sei mais e a conclusões não consigo chegar.
O coração é um bicho e não ouve...
Só vento lá fora,
Porque a ti já há muito que não te oiço.

- prometo responder aos vossos muitos comentários em atraso.
- este foi o post 100.
- leiam a recomendação abaixo por favor.

15 comentários:

Joli disse...

Ok, definitivamente ando muito sensível, porque para além do texto da Una, este tb me fez chorar... ai...

Força Afonso, muita força. E quando precisares de falar, Joli! xD

Muito obrigado pela recomendação em baixo ^^ Sinto-me extremamente lisonjeada, mesmo :)

Beijinho*

diana disse...

Há perguntas que nascem solitárias: não têm direito a fazer-se acompanhar pela resposta.

Aubergine. disse...

Muito bom! As respostas às perguntas aparecem muitas vezes em pequenas coisas que acabam por passar despercebidas, um sorriso por exemplo.

Não sei todos os meus, mas sei os principais: o espontâneo, rir à séria que é o que está na fotografia; o forçado; o sorrir a pensar "deves achar que fazes de mim parva" :P; o sorrir quando vês alguém que conheces (chamo-lhe o sorrir do "olá"...
Mas as pessoas que melhor te podem responder a isso são os meus amigos, que estão comigo todos os dias, que me conhecem.Beijinho Afonso *

Por entre o luar disse...

=) Afonso Afonso...

"Deixa que um sorriso seja para ti a vontade de sonhar, vive tudo o que te faz rir, chora tudo o que há para chorar"

BeijinhoOoS* e força:D

Mara disse...

A música *.*
Lindo é isto que tu dizes, estas coisas que sempre dizes.

beijinhos e obrigado pelos teus coments sempre tão ternurentos^^

filipa disse...

está bem bonitinho afonso *
beijinho *

AnaLuísa disse...

porque o coração é um bicho e não ouve..

Afonso *

menina dos pk's disse...

porque os porques nos levam a novos porques nos temos amigos que os tentam transformar em para quês...
tu es um gigante que pode saltar facilmente dessa ua de agrimas se te permitires a isso... mas tambem es gigantemente teimoso....


p.s. hoje estou chateada contigo

Joana Éme. disse...

O coração é um bicho e não ouve.Se eu pudesse, segurava o teu, Afonso. *

Inês disse...

Sabes, com tantos "porquês" na minha vida, decidi dar um pouco de descanso a mim própria e deixei de tentar obter resposta a essas tantas perguntas. Disseram-me que as respostas vêm sempre ter connosco, mais tarde ou mais cedo, e eu decidi esforçar-me por deixá-las vir ter comigo sem ter de as procurar... era demasiado frustrante.

(Também eu já só ouço vento...)

Afonso <3

baby piggy disse...

Passamos pela esquina da saudade, seguimos à rua dos abraços e da-se um beijinho na testa.
JÁ PASSOU, JÁ PASSOU, JÁ PASSOU, gritamos! Vamos viver felizes para sempre :') ♥

Menino Poeta disse...

"O coração é um bicho e não ouve..." gostei dessa parte! belo o seu post

Marianita disse...

"O coração é um bicho e não ouve... Porque é que vagueio pelas ruas da felicidade,
E por vezes me cruzo, sem querer com uma rua mais escura?
Porque é que a rua se chama sempre Rua das lágrimas?" , porque tudo isto me diz muito, parece que estas palavras me assentam na prefeição.
Mas tu és forte Afonso, força
bjs

ลndreia disse...

Há perguntas que nem merecem resposta...

Porcelain Doll disse...

Porque apenas o coração conhece o que verdadeiramente necessitamos, e não o que pensamos que necessitamos... o coração não ouve, é por isso que ele não ouve, não pode ouvir... :)

Porque sem a rua escura não existiriam ruas de felicidade... agradeçamos portanto a todas as ruas escuras da vida...

Nunca nada acaba verdadeiramente... apenas se transforma...

Porquê é uma pergunta à qual raramente se obtém resposta, porque é demasiado vaga para tal... procura desmontá-la numas quantas outras mais profundas e talvez consigas as respostas que procuras...

Beijinhos!